Sign In
<img alt="" src="http://sp.pgadvogados.com.br/PublishingImages/Noticias/noticias.jpg" width="3844" style="BORDER: 0px solid; ">

Notícias

A sofisticação dos ataques cibernéticos faz repensar a tecnologia

A sofisticação dos ataques cibernéticos faz repensar a tecnologia

O mundo voltou a ser sacudido por um terceiro grande ataque cibernético na última semana de outubro. O ransomware Bad Rabbit, que infectou computadores na Rússia e Ucrânia, parece ser uma versão ainda mais potente do Wanna Cry, que infectou computadores em todo mundo em maio desse ano.

 

Além de mais potente, o que também chamou a atenção nesse ataque foi o modo de invasão. Os cyber criminosos investiram em trazer de volta um formato de invasão que já não se ouvia falar com tanta frequência, usando arquivos executáveis – aqueles que a gente baixa e instala no computador – para ter acesso às informações.

 

Mas se todo mundo está cansado de saber que não pode instalar arquivos executáveis como o ataque foi tão bem-sucedido? Porque o arquivo estava com a cara de uma atualização do programa Flash (da empresa Adobe), que realiza atualizações nesse formato com bastante frequência. Essa confiança deixou os usuários vulneráveis a acreditar que se tratava apenas de mais uma atualização, como tantas outras que a Adobe manda rotineiramente.

 

Além do risco iminente de ataques cibernéticos, outra notícia também deixou o mundo da segurança da internet em alerta. Especialistas belgas encontraram uma falha em um dos protocolos de segurança mais usados nos sistemas wi-fi que existem no mundo hoje. Isso significa dizer que, nem eu, nem você e nem qualquer outra pessoa que utilize o wi-fi está tão seguro quando utiliza a rede sem fio.

 

Essa vulnerabilidade permite que cyber criminosos consigam ver informações importantes sendo utilizadas nessa rede Wifi, enquanto estão sendo trafegadas, como dados pessoal, senhas, mensagens trocadas, enfim, todas as possíveis informações utilizadas nos seus dispositivos, celulares ou computadores.

 

Depois da notícia, todos os fabricantes correram para solucionar a falha e possivelmente com a atualização do software, o wi-fi volte a ser seguro. Mas até quando? Será que voltaremos a era dos cabos?

 

Muito provavelmente não retrocederemos aos cabos, mas a verdade é que os criminosos da internet estão cada vez mais empenhados em violar a segurança dos dados que trafegam na rede hoje. Nesse artigo sobre o Petya, que publicamos em julho, já falamos sobre como o ransomware iria ficar mais potente e que o Petya era apenas um teste para medir a potência do estrago que um ataque cibernético pode fazer no mundo.

 

Na era do conhecimento e da informação, sequestrar dados me parece ser bastante lucrativo, seja pelo pagamento de resgate de pessoas que não podem ficar sem as informações, seja pelo impacto que obter informações estratégicas de forma criminosa, pode trazer aos governos de todo mundo.

 

Roberto Alessandro, consultor de TI do Pires e Gonçalves Advogados.

Alphavile - SP

Al. Rio Negro, 161, 11°andar - cjs. 1101 e 1102

Alphaville - Barueri - SP - CEP ZIP CODE : 06454-000

Tel Phone .: (55 11) 3038-3888

São Paulo - SP

Av. Brig. Faria Lima, 1226, 5ª andar

São Paulo - SP CEP ZIP CODE : 01451-915

Tel Phone .: (55 11) 3038-3888